20 janeiro, 2024

Priscilla Quaresma - Autora de: MINHA FAMÍLIA COLORIDA

É psicóloga clínica com abordagem em Terapia Cognitivo Comportamental - TCC, especialista em Psicopedagogia, especialista em Intervenções de Psicologia na Educação e Mestre em Ciências da Educação, período em que foi membro de um grupo de pesquisa na Universidade Rural de Pernambuco - UFRPE.
Nasceu no Recife-PE, onde reside até hoje com a família, seus cachorros Apollo, Calixto, Cocada de Mel e o gato Doug. Ela considera que sua família é colorida e é recheada de muito amor, assim como a família de Samuel.
Hoje, além da sua atuação na clínica, está investindo na escrita para leitores mirins com temáticas que estimulam a reflexão crítica frente ao contexto sócio emocional. Priscilla também é autora de romances e este livro é seu segundo lançamento para crianças, mas ela promete que virão outros.

Conta a curiosa e emocionante história da família de Samuel. Você imagina como Samuel foi adotado? Nesta história o leitor irá desfrutar de reflexões sobre as diferenças entre etnias, raças, respeito e configurações familiares. Venha se encantar com esta linda história!
Ilustrações: Mauro Freitas.






Entrevista

Olá Priscilla. É um prazer contar com a sua participação na Revista do Livro da Scortecci

Do que trata o seu Livro?
O livro Minha família colorida conta a história envolvente da família de Samuel e como foi seu processo de adoção. Samuel, um menino de oito anos de idade também busca entender, de maneira inclusiva, sobre respeito e as várias cores de pele das pessoas que compõem sua família.

Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
A ideia para escrever o livro surgiu após a edição do meu primeiro livro infantil Meu presente fez cocô, que deu vida ao personagem principal, Samuel. Paralelamente, no contexto da atuação da psicologia clínica que trabalha com crianças, percebi a escassez de recursos terapêuticos como ferramenta clínica.
O livro está direcionado para o público infantil. Mas, a história ensina adultos e auxilia terapeutas na atuação clínica e/ou no trabalho com crianças em processo de reconhecimento da sua própria identidade como também diante de outras temáticas que engloba a história.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Sou psicóloga clínica de formação, atuo com base na abordagem em Terapia Cognitivo Comportamental - TCC, especialista em Psicopedagogia, especialista em Intervenções de Psicologia na Educação, como também possuo título de Mestre em Ciências da Educação, período em que fui membro de um grupo de pesquisa na Universidade Rural de Pernambuco - UFRPE. Com isso, fiz parte de edições de artigos para Anais de congressos na área e contribui com um capítulo no livro Psicopedagogia Reflexões e construções no percurso da prática.
Nasci no Recife-PE, onde resido atualmente com minha família. Acredito que, através da leitura podemos visitar mundos que jamais foram povoados ou sequer descobertos, pois, imersos na imaginação podemos conhecer histórias incríveis.
Além da atuação na clínica, estou investindo mais na escrita para leitores mirins com temáticas que estimulam a reflexão crítica frente ao contexto sócio emocional. Iniciei o ato de liberdade pela escrita em 2001 e continuo até hoje. Também sou autora de outros dois romances para leitores jovens adultos, O sonho quase real e Um sonho torna realidade. O livro Minha família colorida é o meu segundo livro infantil, mas prometo que virão outros..

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Para quem vive apenas da atuação como escritor, deve ser bastante árduo. De acordo com uma pesquisa encomendada no final de 2023 pela Câmara Brasileira do livro (CBL) 60% dos brasileiros se sentem desmotivados para comprar livros, causas como, falta de interesse e pouco tempo para a leitura foram as maiores justificativas.
Diante dos resultados de pesquisas como essa, a resposta é bastante desmotivadora, porém, acredito que o amor por escrever e a criação de histórias que podem dar suporte à muitas famílias, é o maior tesouro. Mas também, na minha atuação como psicóloga clínica, também busco auxiliar colegas de profissão, crianças, pais e famílias com mais um recurso de reflexão..

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Conheci a Scortecci nas redes sociais e me encantei com a dedicação do grupo. Depois que conheci a Pingo de letra, percebi que havia encontrado o grupo editorial que estava buscando. Posso afirmar que a Scortecci realmente é a editora que mais corresponde meus requisitos para somar com o meu trabalho como escrito. Além disso, sou grata pelo grupo por sempre acolher minhas ideias, orientar e contribuir com sua experiência prática, de vários livros editados, sempre com muita seriedade e profissionalismo.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Com certeza! Principalmente diante da curiosa e emocionante história da família de Samuel, o leitor desfrutará de reflexões sobre diferenças entre etnias, raças, respeito e configurações familiares, como falei anteriormente, tudo isso vinculado a arte visual de Mauro Freitas. Assim, penso que o livro Minha família colorida nasceu para plantar uma sementinha reflexiva e de inclusão no mundo da literatura infantil.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário