domingo, 27 de março de 2022

Entrevista com Maria Adelaide Rhein Gavioli - Autora de: PANDEMIA, E AGORA?

Nascida em 30 de setembro na cidade de Santo André, SP.
Está no Espiritismo há 40 anos. Encontrando nesta doutrina as respostas que procurava, passou a se dedicar aos estudo e trabalhos espíritas.
Em 2010 recebe o chamado intuitivo e carinhoso do Irmão Thiago e de sua equipe espiritual. É orientada a iniciar o treinamento de sua mediunidade intuitiva, materializada através da psicografia.
Desde então, dedica-se à psicografia até os dias atuais.


Três espíritos se comprometem, no plano espiritual, a auxiliar o próximo.
No plano terreno esses espíritos se reencontram e dão início ao trabalho ao qual se comprometeram.
Com a Pandemia chegando em 2019, essas amigas se unem para auxiliar muitos irmãos, tanto no plano físico quanto no plano espiritual.
Vocês lerão histórias que aconteceram durante a Pandemia, fatos esses que irão mostrar como os irmãos espirituais estão socorrendo os que estão desencarnando e também os encarnados.
A misericórdia divina está sempre atuando.

Entrevista

Olá Maria Adelaide. É um prazer contar a sua participação na Revista do Livro da Scortecci

Do que trata o seu Livro?
O livro é uma obra psicografada que traz relatos sobre a Pandemia e o que ocorre tanto no plano físico como no plano espiritual.
 
Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Através de minha mediunidade o Irmão Thiago trouxe essa obra, para que ela levasse alento aos corações nesta pandemia.
É uma obra de fácil leitura e entendimento, portanto permite que qualquer pessoa a leia.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
O livro é uma obra psicografada que traz relatos sobre a Pandemia
Primeiro de muitos mas também um sonho realizado.
Tenho certeza que junto com o irmão Thiago vamos publicar outras obras.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Para o escritor iniciante é muito difícil, falta incentivo.
A leitura deve ser estimulada pelos pais e nas escolas desde a tenra idade. Pois com isso o futuro adultos deixará de ler.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Através de um amigo escritor que edita seus livros na Scortecci.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Ele merece ser lido sim. Traz relatos da espiritualidade e do plano físico. As histórias, qualquer pessoa pode se identificar, tanto no fato da doença como na relação, desde a negação à ocorrência, o impacto e a mudança na forma de pensar e agir sobre aquilo que seu resultado pode trazer. Tanto as pessoas que perdem entes queridos como aqueles que contraem a doença reagem, tanto no plano físico como no espiritual.

 Obrigado pela sua participação.

5 comentários:

  1. Parabéns Adelaide pela dedicação e fé, que atravéz dela pode ser instrumento da espiritualidade nós trazendo atravéz do seu livro conforto e esperança aos nossos corações.
    Tenho certeza que este é o primeiro dentre outros que irá nos presentear.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns amiga! Seu livro nos abre uma nova visão sobre esse assunto. Muito bom, recomendo!

    ResponderExcluir
  3. Amiga querida PARABÉNS ! QUE ESSE livro leve muita esperança e entendimento à todos que buscam ajuda e compressão! Que Jesus te abençoe!🙏💖

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Adelaide, trabalho lindo e conforta os corações tão atribulados Deus continue te iluminando

    ResponderExcluir